Este é o blog duma Bruxinha Laranja! =)
*Olhó póst freskinhu!

* Os Ecopontos!

* Isto parece uma espécie d...

* Saudades...

*E aqui se fez história...

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

*subscrever feeds
*Plantem uma árvore!
origem
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009
Os Ecopontos!

Eu venho já escrever o post de hoje, uma vez que já não escrevo h 4 dias (acho eu). Mas primeiro deixem-me ir fazer o jantar... Até já!

Ups... Perdono! Distraí-me na conversa... Bem, o facto de ter escrito aí atrás o Perdono, já me fez ir ouvir aquela música velhinha, do Tiziano Ferro (Eu ia pôr uma foto, mas ele para Italiano, deixa muito a desejar)

 

Mas posso deixar o vídeo... (Peço desculpa aos meus amigos Headbangers, por um momento não hardrock/metal, mas ainda ando na fase de adaptação )

 

Bem... Mas o meu post era suposto ser sobre Ecopontos. Sim, porque estou farta que a porcaria dos Ecopontos estejam NOJENTOS!

Ora eu um dia hei-de tirar uma foto ao nojo em que o ecoponto mais próximo de mim normalmente se encontra.

Hoje pequei nos meus saquinhos de papel e plástico (e ainda na garrafa de vidro) e fui, com a minha mãe, depois de vindas das compras, ao ecoponto. Eu vou-vos fazer uma pequena descrição do estado em que aquilo estava:

- O chão estava tão peganhento que colava.

- O cheiro era pestilento. Mistura de leite azedo com vinho azedo, peixe...)

- Estavam pelo menos 3 sacos de lixo doméstico (um deles com um peixe meio de fora) à frente do ecoponto.

- Sacos com roupa.

- Uma caixa de cartão grande (mas que se cortada podia muito bem estar lá dentro).

- O ecoponto amarelo (embalagens de plástico ou metal), na zona amarela, estava praticamente preto, de tão sujo que estava.

- O ecoponto azul (papel e cartão) cheirava a azedo.

Pronto. Aquificam os pontos principais.

E agora de seguida, ficam os meus pedidos.

Peço à Câmara Municipal de Lisboa, ou à Sociedade Ponto Verde(não sei a quem pertence a responsabilidade da manutenção dos ecopontos) que por favor nos limpem aquele espaço.

E peço aos moradores aqui da zona que deixem de ser porcos. Vocês não vêem televisão? Não lêem revistas ou jornais? Ainda não perceberam que os ecopontos são importantes para todos nós? E que só se separarmos o lixo é que temos uma hipótese de não virmos a ter mais lixeiras em portugal do que habitantes?

Bem... Espero que pelo menos deixem de pôr lixo doméstico junto ao ecoponto. É que por favor. Com um cheiro e um aspecto daqueles, ir pôr o lixo ao ecoponto só dá é vontade de vomitar!

Tenho dito.

Beijokitax (apenas a quem faz separação de lixo, e não coloca sacos de lixo doméstico junto aos ecopontos)

Eu estou...: Furiosa & Indignada!
Por aqui ouve-se...: Perdono - Tiziano Ferro
Wrote by... Witchie às 20:26
Link para a parvoeira acima descrita | Comenta!!! | Adiciona-me aos favoritos!
Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008
Isto parece uma espécie de diário Cruzado de João e Joana =P

Se bem me lembro do livro (lembro-me muito mal) era uma espécie de correspondência entre ambos... Mas já não sei lol


Tou de volta a Lisboa, por um dia


Vou levar o portátil comigo para Vieira, mas não sei se lá consigo ter net...


Por isso, fica desde já o aviso ao Gildo (pronto, eu deixo de te chamar Pastilhas ) que se não responder imediatamente é porque nesse dia não deu pa ir à praia... É que na Vieira tenho de tomar conta de duas pestes, perdão, manas


Eu realmente tive uma lata enorme para andar a escrever o blog... LOL Nem sei como fui capaz...


Ah, e a minha mãe também está no hi5 É a Lena, que tem a foto de um gato (o meu lindo Leonardo ) Por isso, se a quiseres adicionar, tás à vontade lol ela vai achar piada...


Ah, e para não ficares convencido... Além de ti, eu também perseguia o Caramelo (não me lembro do nome verdadeiro dele) e a minha mãe o Tio Patinhas (LOL os nomes que nós arranjávamos )


E pronto... Acho que não há mais nada a dizer...


Bjokitax.





Ah, é verdade! Não contei a minha aventura do Porto para Lisboa...


Bem, começando pelo principio, estive a jogar UNO em Campanhã, com o meu UNO mini, comprado no Continente do Colombo , quando o sr dom Carlos fez porcaria e atirou com algumas (praticamente todas) cartas ao chão. Duas delas meteram-se numa ranhura estúpida. Ele encontrou no chão um cartão dum hotel e andámos à tareia com as cartas para de lá as tirarmos. Entretanto, chegou o comboio. E nós de rabo para o ar a tentar apanhar as cartas. Depois de apanhadas, ele meteu-se comigo no comboio... E o comboio andou ligeiramente para a frente. Ele apanhou um susto e fugiu


Entretanto, depois de passar Caxarias e antes de chegar a Fátima, o comboio parou. Ao nosso lado estava o Alfa que tinha partido uns minutos antes do meu Intercidades. Esse Alfa, segundo nos disseram teve uma avaria, e as pessoas que lá estavam passaram para o meu comboio. Isto no meio da linha, mesmo. Não em nenhuma estação. O meu comboio esteve parado mais de 20 minutos em contra-mão.


E depois andou ainda mais uns 10 minutos em contra-mão.


Cheguei 30 minutos atrasada a Lisboa. Não que me tenha afectado muito... mas foi chato.


E pronto... Acho que agora é que está tudo...


Bjokitax again!

 

Eu estou...: So stupid xD
Por aqui ouve-se...: Parrá pa pa pa pa pa pa pa pa pá... LOL
Wrote by... Witchie às 23:13
Link para a parvoeira acima descrita | Comenta!!! | Gente simpática comentou...Vê... (1) | Adiciona-me aos favoritos!
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2007
Saudades...
    Saudades da piscina, de dormirmos todos juntos nas duas camas, de tomarmos banho os 4 juntos naquele poliban minorca (vestidos, claro), dos passeios pela praia abraçados a fazer figuras, de entrar na loja dos pins todos os santos dias, de ir à pizzaria do namorado da Fabiana, da lata da minha mana, da insistência da Tixa para fazer a tatoo , do Rui e do Dani bêbados, dos gemidos dentro da barraca da praia, de ver estrelas cadentes, de estar deitada no chão no meio da colónia, de andar de baloiço, de arrumar aquele quarto todos os dias e mesmo assim quando alguém lá entrava ele estava todo desarrumado, de jogar ao Único, à Sueca, ao Olho e ao Keyps , da Verdade ou Consequência, que mais tarde se tornou no Verdade ou Verdade, da minha mana a chamar  "Ó menino... Queres vir jogar connosco?", da minha Mókina doida que me odeia, da Catarina e do Carlos com as doideiras deles, do mano da Catarina que era um querido, do Hugo, daquela noite dos beijinhos, do meu pai sempre a embirrar com o Carlos, do Luís e do seu " I can see dead people ", de andarmos à procura duns Crocs pá Mókina , de subirmos ao palco e fazermos figuras, do pôr do sol na praia, das conversas porcas...
    Saudades de cozinhar aquela lasanha fantástica, o meu arroz Xau-xau que ficou meio cru e sem sal, de estender a roupa no estendal, de nos rirmos por tudo e por nada, de ouvirmos Sound of Freedom enquanto nos vestíamos, de dançar, do baile do Tony Garcia onde dancei feita maluca com o Luís e o Rui, do Nuno a dizer que dançava melhor Shakira que a Inês mas que não chegou a dançar, do "palhaço" que trabalha na mesma companhia que o irmão da minha mãe, de andar sempre de chinelos (Havaianas como diz o Carlos - porque é mais fashion), tenho saudades da varnada dos sofás, das noites a jogar Quem Quer Ser Milionário no telelé do Rui, dos sofás, da sala de televisão, das tostas mistas no bar, dos Sumol Caribe que bebi, dos malteseres brancos, do "Mónica vai pôr isso ao lixo", de andar a passear feitos doidos na Vila, de ir à farmácia tentar comprar preservativos de sabores (só para provarmos xD), de ir comprar o bikini da Inês à loja do senhor bêbado, da ida ao Mariparque, da queda do Dani na piscina, de descer o escorrega rápido e sair de lá nua, de descer o escorrega fechado e berrar "bêeeeeeeeeee" lá dentro (depois da Tixa ter berrado "Áaaaaaaaaaaa"), de descer o escorrega grande e ter ficado com o rabo queimado, de a água ter parado enquanto o descia, de jogar volei dentro de água, de ter pago bilhete de criança, de acordar toda a gente com o toke do meu telelé, de sair de casa de camisola do avesso, de ajudar a Tixa e o Nuno a arrumarem tudo, de passar na rua das discotecas e dançar as diferentes músicas que se ouviam em cada uma das portas, de ir comprar gomas, de comer algodão doce (apesar de já tar enjoada), de comer sempre peixe, de estar deitada na praia e ficar cheia de areia, daquele passeio com a Catarina e o Carlos a fazer de pai da Mónica, dos ciúmes que a Inês tinha do Carlos, de picar o Daniel mas não cumprir o que dizia, daqueles olhares, de andar às voltas à colónia, de apanhar o lixo da colónia toda, de levar a Madona à rua, de andar de bicicleta ca Inês e o Carlos...
    Saudades das noites na varanda a conversar, de lhe lançar as cartas (Tarot), de ouvir mp3 até adormecer e ficar sempre sem pilhas por adormecer com ele ligado, de dormir com o meu peixinho fora de água, de nunca saber o que vestir por estar farta de ter sempre a mesma roupa, de beber água do garrafão por não haver água potável, do filme que vimos deitados na cama, de andar naqueles carros horrorosos que custava bué a andar, dos passeios enoooooooooormes (a ida de Penafiel pa Paredes), da minha bolha no sítio mais estúpido imaginário, de me ter encharcado na praia toda vestida, do Parque da Cidade, de andarmos a tirar fotos para dentro do túmulo, de tirar foto aos meus pés na Marinha Grande e em Cête, do cemitério lindo e de me deitar no chão ao lado da cova para ver quanto é que ela media, de comer amoras, de comer pêssegos verdes e apanhados da árvore, da cadela do Carlos que não tem nome, de comer gelado, de andar de comboio com toda a gente a cantar música pimba, de advinharmos sempre o que ia acontecer, das horríveis viagens de camioneta que demoraram todas mais meia hora que o suposto, da doideira pela Betty Boop, dos nossos duetos, da carrada de fotos que tirei, do passeio até à estação e mais além, de fugir dos Gansos que nos queriam morder, de fazer festas ao cão fofinho que estava numa casa, de andar de autocarro, de andar sempre descalça e ter de lavar os pés antes de me ir deitar, de fazer de bêbada no banco ao pé da estação, de ir a dançar e cantar o caminho todo até casa do Carlos, do gatinho fofo, do esquilo que vimos, de fazer equilibrismo na beira do passeio, de querer à força toda que o Carlos se lembrasse de me "apresentar" ao Miguel mas ele nada, da ida ao Mc e das sobremesas grátis, do vizinho do Carlos que não sabia tocar Trombone ou ca raio era aquilo, do sumo de laranja natural e da torrada, dos almoços às 5 da tarde, tenho saudades dos Donuts e das sandes de queijo fresco.
    Tenho saudades de ser parada no meio da rua por nada, da cara do Carlos a mostrar-me a cara dos gajos a olhar pa mim no comboio, de ver montras, de entrar nas lojas e não comprar nada, de comer sopa ao jantar, de beber SunQuick, de ter comichões por causa da relva, de comer iogurtes de cereja do Plus (e de ir lá), das pastilhas (bolinhas) de 50 cêntimos que duraram uns quantos dias...

    Saudades de tar com as minhas malukitas à espera que o raio da feira abrisse, de andarmos às compras e eu não poder gastar nem um cêntimo, do Peddy Paper , do Nick Pick e das minhas tentativas para tocar viola, do encontro do MDA e de andar com as patas dentro do rio de all stars calçados, de ver o Toca a Ganhar, de andar a passear em Belém, da fila para os Pastéis de Belém a falarmos da carta de condução, do Jardim Botânico da Ajuda, do pitóspóro, das pontes, de nos encharcarmos por termos ficado parados feitos burros onde havia um coisinho de regar a relva, de ler os Lusíadas naquela estátua, de ver os carros fantásticos à porta dos Jerónimos e pensarmos quanto tempo iria durar quele casamento, de cantar Karaoke, de comer sandes de atum...

    Enfim... Tenho saudades das férias...

    Adorei conhecer quem conheci, adorei todos os pequenos momentos, foram das melhores férias da minha vida... =)

I Love U all *
I Miss U all *
I will never forget U*

- As melhores fotos das férias:


Me Parque da Cidade
Mano da Catarina e HugoPôr do Sol (Vieira)
Nick Pick
Parque da Cidade
Catarina, Daniel e Carlos
Daniel, Carlos, Nuno, Patrícia e InêsCatarina
Eu estou...: Com muitas saudades
Por aqui ouve-se...: Sound of Freedom
Wrote by... Witchie às 15:35
Link para a parvoeira acima descrita | Comenta!!! | Gente simpática comentou...Vê... (1) | Adiciona-me aos favoritos!
origem
*Uma Bruxa Laranja é isto:
*Aqui pesquisa-se...
 
*Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
*tags

* todas as tags

*Favoritos

* Azar a mais numa 6ª feira...

* Num momento podemos estar...

*My Links
*Comentários freskinhus!
Gosto bastante da brincadeira de Air guittar! ;)
Excelente observação! Visite nosso site também!htt...
eh eh comprei uma a minha mulher e agora ate ela j...
É uma excelente panela
Obrigada por me adicionares à tua lista de amigos ...